27 de set de 2015

O Triste Sofrimento da Língua Mãe

Todos os dias leio vários artigos na internet de diferentes assuntos, e todos os dias eu fico horrorizada quando chego na parte dos comentários (as vezes acontece no próprio artigo). Horrorizada a ponto de visualizar a pobre língua portuguesa sofrendo enquanto é esfaqueada pelos seus próprios filhos. Dramático né? É que a coisa é trágica mesmo.


A nossa amada língua materna deveria ser levada mais a sério, existe uma dificuldade muito grande em algumas pessoas com regras gramaticais, de acentuação, emprego do x, s, ss, z, c, ç, ch... Outra dificuldade está em entender que TODA ação tem "r" no final (eu quase morro quando vejo coisas do tipo: "se eu MORRE hj eu morro FELIS"). Além de pequenas coisas como a diferença entre mais e mas - "MAIS eu queria ir...", me e mim - "meu pai MIM deu...", agente e a gente - "AGENTE VAMOS no baile...".